Por: Tita Pretti | 23/02/2015

Na contramão do sistema-capitalista-desenfreado (lucros, lucros, lucros!!!), o multibilionário norte-americano Bill Gates acaba de reafirmar que concentrará seu dinheiro apenas em empresas que trabalhem para ajudar pessoas.

Através da Bill & Melinda Gates Foundation, organização que mantém com sua esposa, Gates investe pesado em empresas que possam mudar para melhor o futuro da humanidade.

bill-gates-jpg

Entre as empresas apoiadas pelo co-fundador da Microsoft estão pelo menos dois negócios veganos: a Hampton Creek, que desenvolveu um substituto para os ovos de galinha e tem a Just Mayo, uma maionese livre de ingredientes de origem animal que faz muito sucesso nos Estados Unidos. Com uma carne vegetal muito parecida com a carne de frango, a Beyond Meat também recebe investimento da fundação de Gates.

Just-Mayo

Para se manter fiel à linha sustentável que decidiu adotar para seus investimentos, sua fundação anunciou o rompimento com marcas como o McDonald’s e a Coca-Cola. Da empresa de fast-food, Gates retirou U$ 1 bilhão em ações. Da Coca-Cola, algumas centenas de milhões de dólares. Outra que entrou na lista de cortes de Gates foi a petrolífera Exxon.

Além de empresas ligadas à alimentação, a fundação apoia soluções inovadoras para a crise hídrica, entre outras. A filosofia da Bill & Melinda Gates Foundation, segundo seu site, consiste em “ajudar a todas as pessoas, não importa onde elas vivam, para que tenham a chance de viver uma vida saudável e produtiva.”

Troféu joinha pro tio Gates, ein?