Por: Max Pires | 8 anos atrás

O projeto Palco Livre, iniciativa da SCAR – Sociedade Cultura Artística para valorizar artistas de Jaraguá do Sul e região, abre espaço nesta quinta-feira (6) para o som da banda The Seres.

O show “The Seres in Concert” vai brindar o público com sucessos da lendária banda inglesa Pink Floyd, no Centro Cultural, às 19h30min.

A entrada é gratuita. Informações pelo telefone (47) 3275-2477.

Fundada em 1991, a The Seres se define como uma banda de rock progressivo tupiniquim. Os seus integrantes dizem que criaram o grupo com o objetivo de tocar Pink Floyd, Casa das Máquinas e Raul Seixas, mas acabaram enveredando para a produção de um som próprio e único.

No mesmo ano, o grupo entrou em estúdio para gravar o single ‘Dias contados’, que se tornou uma das músicas mais conhecidas da banda e rodada em rádios FM de Joinville, Jaraguá e São Bento do Sul. Dentre muitos fatos importantes da trajetória da banda está a inauguração do Curupira Rock Club, em 1992, quando a banda ainda se chamava ‘Seres Vivos’.

Depois de algum período em que se dedicou a trabalhos em estúdio, quando foram gravadas músicas como ‘Domingo aqui no sul’,’Via-láctea’, ‘Minha Vênus’ e ‘Seres vivos’, em 2003 a banda resolve dar inicio à gravação do CD Carpie Diem, que é uma releitura dos 15 anos do grupo.

Aldacir Walther Padilha, fundador da banda, diz que o trabalho “abriu as portas do mundo, pois esse trabalho está sendo largamente reconhecido em se tratando de algo totalmente undergraund”.

O repertório da Banda The Seres reúne som próprio, covers das bandas Casa das Máquinas, Pink Floyd, Neyl Yong, Peter Frampton, Raul Seixas, Zé Ramalho etc.

Conforme Aldacir Walther Padilha (guitarra, compositor e vocal), neste show, a banda interpretará somente músicas de Pink Floyd, intercalada com o som da banda The Seres sem intervalos. “O público vai ouvir a execução do maior clássico do rock progressivo (Echoes) na integra onde o Power trio mostrará todo o seu sincronismo. Também teremos a execução de “O velho e a pedra” uma música inédita feita no inicio da carreira da banda”, revela garantindo que outras surpresas estão previstas. “Mais detalhes só assistindo”, provoca.

Sobre o Palco Livre

O projeto Palco Livre busca dar oportunidade a talentos da região se apresentarem à comunidade. Conforme Edilma Lemanhê, gerente executiva do Centro Cultural da SCAR, o objetivo do projeto Palco Livre desde sua criação em 2007 é estimular a iniciativas artística regionais, promover talentos de novos e tradicionais artistas da região, disponibilizar produções locais ao grande público.

As apresentações no Centro Cultural acontecem uma vez por mês, sempre nas quintas-feiras. Os artistas têm a liberação gratuita do pequeno auditório com capacidade para 223 lugares para apresentações com ingresso LIVRE para o público. O projeto proíbe a cobrança de ingressos em dinheiro ou em alimentos e os espetáculos não poderão ter cunho político-partidário ou religioso.