Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

A primeira vez rolou sem querer, quando apertei o botão “REC” no toca-fita e gravei 3 minutos da minha voz e depois me ouvi. Horrível.

A segunda vez rolou mais tarde, quando entrei num provador com mais espelhos e pela primeira vez me vi de perfil. Traumático.

Na terceira vez a coisa descambou depois que apareceram com uma filmadora lá em casa. Me vi em movimento, falando e em 360º. “Nunca mais vou sair de casa” feelings.

Hoje, de vez em quando, o telefone me trolla botando eco na conversa. Disturbing.


Diz a lenda que a gente se enxerga no espelho muito mais bonitos do que realmente  somos. Maldade do cacete isso.