Por: Misael Freitas | 10/08/2017

A Secretaria de Educação de Jaraguá do Sul escolheu como escola-piloto para implantar o projeto de Ensino da Língua Alemã nas Escola Municipais, a Escola Henrique Heise, na localidade rural de Rio da Luz II.

Além de estar localizada em área tombada como patrimônio nacional cultural e de paisagem, a pequena escola tem poucos alunos e por isso será mais fácil avaliar o projeto, após sua execução, no fim do ano.

Os 41 alunos dos 3ºs, 4ºs e 5ºs anos, matutinos e vespertinos, receberão aulas de alemão a partir desta segunda-feira, 14. No horário da manhã, a aula acontece das 8 às 9h30 e no horário da tarde será das 15h30 às 17 horas, como disciplina obrigatória, no contraturno escolar.

O professor de alemão e coordenador do projeto, Egon Jagnow, da Secretaria de Educação, explica que o objetivo do projeto é preservar a língua alemã como patrimônio, principalmente em regiões onde há predomínio de imigrantes alemães, e para que ainda seja usada nas famílias.

Para isso, pais e comunidade também são convidados a aprender e aprimorar a língua. No caso dos adultos, as aulas na região serão dadas às sextas-feiras à noite, das 19 às 20h30.

Jagnow conta que primeiro trabalhará a oralidade com os alunos, aproveitando parte do conhecimento que alguns alunos já têm da língua alemã.

As aulas serão semanais, com uma hora e meia de duração, até o fim do ano. O material didático e material de apoio foram doados pelo Goethe Institut, por meio do instituto de Porto Alegre.

Após a avaliação do projeto, há a possibilidade de ampliar as aulas de alemão para outras escolas municipais. O professor adianta que há planos para que também haja aulas de italiano em regiões de predomínio de imigrantes da Itália.