Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

Prometido inicialmente para novembro de 2011, o início das aulas no Centro de Educação Profissionalizante (Cedup) está distante de virar realidade. A Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) admitiu nesta sexta-feira que a estrutura não vai começar a funcionar no segundo semestre deste ano, como esperava o órgão. Agora, a esperança é que as atividades ocorram a partir de 2014, isso se os entraves burocráticos permitirem.

O principal motivo é que os governos estadual e federal ainda não chegaram a um consenso sobre quem vai pagar uma diferença de cerca de R$ 3 milhões para terminar parte das obras de acabamento, que não estavam previstas no projeto original.

O Ministério da Educação projetou oito Cedups com estrutura igual em Santa Catarina, com orçamento de R$ 5,5 milhões cada. No entanto, em nenhum deles foram incluídos os custos com o reboco do ginásio, pavimentação do pátio, construção da torre da caixa d’ água, jardinagem e instalação de parte das esquadrias.

A previsão é que o investimento nos acabamentos não projetados geraria uma despesa de cerca de R$ 25 milhões só em Santa Catarina. Sem orçamento previsto para as obras este ano, o prédio deve ficar parado até que o dinheiro esteja garantido.

Continue lendo


E perspectiva zero, os cursos para o local também estão indefinidos.