Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Sabendo que faz algo errado, mas sem pensar duas vezes:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/WEJVLBO6aRg” width=”640″ autohide=”1″]

Entenda o caso: “O fiscal tributário da prefeitura de Jaraguá do Sul, Mauro Roberto Piccinini, foi preso na manhã desta quarta-feira, acusado de cobrar propina de duas imobiliárias locais. Segundo informações divulgadas pela polícia, Mauro cobrava valores e vantagens para não autuar as imobiliárias por prováveis impostos devidos.”

Sorria, você está sendo filmado

Segundo fontes, o “favor” era de 10%  em cima de uma possível autuação que pudesse aplicar contra a imobiliária. Quem pagasse, era autuado parcialmente com valor beem inferior. Ali no começo ele conta R$5 mil no total.

Vídeo cedido pelos advogados da vítima, editado pelo jornal O Correio do Povo.