Por: Tita Pretti | 3 anos atrás

Foi na Escola Municipal Rodolpho Dornbusch, no bairro Vila Lalau, que a jaraguaense Bárbara Bruch Kozonoe começou sua história com o voleibol.

O pai, advogado, já tinha gosto por exercícios físicos e costumava treinar levantamento de peso. A mãe, professora de educação especial, sabia da importância do esporte na criação dos filhos. Incentivada pela família, Bárbara começou a praticar vôlei em 2000, aos 13 anos. Naquela época, ela já era bastante alta para sua idade. Foi sob o comando do professor Luís Fernando Olegar que ela começou a moldar seu talento.

trofeu

“Acho que cada um nasce com um dom e esse é o da Bárbara: jogar vôlei. Ela sempre levou jeito para o esporte, mas claro que precisou praticar muito e ter muita dedicação”, comenta a irmã, Laura.

No mesmo ano, ela começou a treinar pela Fundação Municipal de Esportes de Jaraguá do Sul, no Ginásio Arthur Müller, com a treinadora Tati. Passou a cuidar da alimentação, cortou o refrigerante e passava horas se esforçando para melhorar no esporte. A habilidade começava a ficar mais evidente e ela recebeu um convite para morar em Joinville e treinar pelo Colégio Bom Jesus.

atleta

De lá, partiu aos 14 anos de idade para morar sozinha em São Paulo. Passou por grandes equipes brasileiras, como Osasco, São Caetano, Pinheiros/Mackenzie e Sesi – seu time atual. Em 2003 veio a primeira convocação para jogar pela Seleção Brasileira: jogando o Campeonato Sul-americano de Voleibol Sub-18, Bárbara foi campeã.

Jogou também na Copa Panamericana em 2009, no México, disputou o campeonato mundial pelo exército dos Estados Unidos (ela também é terceiro sargento) e foi campeã sul-americana pelo Sesi.

barbaara

Com 1,88 de altura, prestes a completar 28 anos de idade (e 14 anos de experiência profissional), a jaraguaense vai defender o país novamente vestindo a amarelinha da seleção, desta vez na equipe adulta. A convocação foi feita na última sexta-feira, pelo técnico da Seleção Brasileira, José Roberto Guimarães. A atleta, que atua como Oposto/Meio, terá pela frente os seguintes desafios para 2015:

– Amistosos no Japão, em junho
– Grand Prix, em junho e julho
– Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho
– Amistosos na Holanda, em agosto e setembro

Vai com tudo, Bárbara! Jaraguá do Sul está torcendo por você! 😉