Por: João Marcos | 6 anos atrás

Sem aquele papo de para-choque de caminhão: …O verdadeiro amigo é não é aquele que te alegra com a mentira, mas sim, aquele que te fere com a verdade. AHAM! Falar que a amiga ou namorada ta gorda ninguém quer né? Ou então chegar e dizer que você se afastou daquela pessoa porque ela é insuportável e tem bafo também não.

Isso não é um incentivo a mentir – omitir, é a palavra que eu uso nesses casos – mas que é pra se pensar isso com certeza, “a verdade acima de tudo!” Sim concordo plenamente. Mas até onde a verdade é necessária? Até onde ela é saudável?

Devemos pensar que a verdade, que achamos necessário ser expressa, precisa – primeiramente– , convencer e não ofender o nosso próximo, pois, por si só ela já desconcerta aquele que acreditava estar vivendo retamente.

Afinal a verdade, como expressa a frase de para-choque de caminhão no começo do post, pode te ferir, mas no contexto não só emocionalmente, fisicamente também. Não são só os “outros” ou “eles” quem não sabem lidar com a verdade, ninguém sabe aceitar isso como um todo, e cada um acaba vivendo um pouco da sua mentira, por menor que seja.