Por: Sistema Por Acaso | 13/02/2015

Existe alguma maneira simples de ajudar casais a manter um relacionamento forte? Segundo pesquisadores da University of Rochester, em Nova York, nos Estados Unidos, a resposta é afirmativa.

Um estudo feito pela universidade durante três anos sugere que assistir e discutir filmes com temática romântica com seu cônjuge pode diminuir significativamente o risco de divórcio.

Para o estudo, foram analisados 174 casais recém-casados. Eles foram separados em quatro grupos. Dois grupos participaram de terapias conjugais bem conhecidas. Outro grupo não teve qualquer tipo de tratamento. Já o quarto grupo participou de uma intervenção onde foram utilizados filmes românticos.

woodyallen

O filme “Husband and Wives”, de Woody Allen, foi assistido pelos casais voluntários

Para a intervenção com filmes, os pesquisadores primeiro conversaram com os casais sobre a importância de trabalharem para manter seus relacionamentos. Depois, os casais assistiram ao filme britânico de 1967 “Two for the Road”, sobre um casal que examina os acontecimentos de sua relação de 12 anos em uma viagem ao sul da França.

Em seguida, os casais discutiram sobre algumas questões que envolvem o filme, como o perdão. Os casais foram então para casa com uma lista de filmes que deveriam assistir e discutir juntos nas próximas semanas, como “Melhor é Impossível”, “…E o Vento Levou”, “Husbands and Wives” e “Beleza Americana” (veja a lista completa de filmes sugeridos aos casais aqui).

eovento

Filme “…E o Vento Levou”

Após três anos, os pesquisadores foram atrás desses casais para ver se eles ainda estavam juntos e se houve alguma alteração na qualidade do casamento. No grupo que não fez tratamento, 24% dos casais separaram-se. Já os grupos que tiveram terapia ou fizeram intervenções com os filmes, apenas 11% divorciaram-se.

Portanto, assistir filmes românticos e depois discuti-los com o parceiro foi tão eficaz quanto as terapias conjugais.

O estudo lembra, porém, que essas intervenções são apenas preventivas. Ou seja, não é um substituto para casais que estejam enfrentando sérios problemas em casa. Mas para os casais que estão começando agora, esse método pode realmente ajudar, afirmam os pesquisadores, pois os filmes com temática romântica ajudam os cônjuges a ficarem mais conscientes da importância de trabalhar e discutir seu próprio relacionamento.

Via Catraca Livre.