Por: Isah Sanson | 7 anos atrás

Naquela velha (e errônea) ideia de que o cinema nacional não produz filmes de finíssima qualidade, acabam passando pela barreira criada por esse preconceito algumas oportunidades de conhecer obras primas de primeira, que são inclusive, muito aplaudidas lá fora.

Não tem essa de que santo de casa não faz milagre: o filme é ótimo, a fotografia é linda, e o roteiro é afinado. Tanto é, que ganhou diversos prêmios no Festival do Rio de 2007, Festival de Rotterdam, Festival de Berlim, de Punta Del Oeste, e este mês chega nas telonas francesas.

O longa tem direção de Marcos Jorge e trata de dois temas universais: a comida e o poder, inspirado no conto “Presos pelo Estômago”, de Lusa Silvestre. A maneira como conseguiram discorrer sobre os temas em harmonia e com tão pouca verba é surpreendente. Sim, vale muito a pena assistir.

E pra quem usa a desculpa de que só se encontram filmes brasileiros mais “comerciais” nas vídeo locadoras (o que não é verdade), tá aí o mamão com açúcar do dia: o filme pode ser assistido na íntegra no Youtube. É só dar o play.