Por: Ricardo Daniel Treis | 8 anos atrás

Candidata a uma das quatro sedes do Campeonato Mundial de Handebol Feminino, em dezembro deste ano, a Arena Jaraguá recebeu a vistoria técnica dos organizadores da competição na tarde desta sexta-feira (25). O local foi analisado pelo presidente da Comissão de Organização das Competições, da Federação Internacional de Handebol, Leon Kalin, pelo gerente de Esportes da entidade, Patric Strub, e o representante da UFA Sports – canal de televisão responsável pelas transmissões oficiais do evento -, Sven Harke (foto ao lado). Acompanhados de dirigentes da Confederação Brasileira de Handebol e da Fesporte, eles levaram cerca de duas horas para realizar a vistoria, que foi acompanha pelo diretor-presidente da Fundação Municipal de Esportes/JS, Márcio Porfírio Feltrin.

Mesmo antes de encerrar a vistoria, Feltrin já se dizia otimista com a possibilidade de Jaraguá ser uma das cidade escolhidas para sediar etapas do evento. Uma das principais restrições para isso, seria a disponibilidade de leitos no município, já que a competição envolverá 24 seleções – com cerca de 30 componentes em cada delegação – e aproximadamente 100 jornalistas. “Mas isto pode ser facilmente superado, já que há municípios próximos de Jaraguá que também poderiam estar recebendo estes hóspedes”, argumenta o diretor-presidente da FME/JS.

Já o presidente do Comitê Executor do Campeonato, Ivair de Lucca, diz que também será necessário realizar algumas adaptações na rede elétrica e no acesso à internet, além do espaço reservado à imprensa e à emissora de televisão UFA, que estará gerando imagens para 135 países. “Se a Arena Jaraguá, que é padrão internacional, não for aprovada, nenhum outro local no Estado será”, sentencia Lucca. Para ele, além de sediar as etapas semifinal e final, o município ainda poderia receber uma das chaves da competição. Também o presidente da Fesporte, Pecos Borsatti, acredita que Jaraguá deve ser uma das sedes do Mundial de Handebol Feminino.

Tipo e funcionamento do placar eletrônico, medidas da quadra, vestiários, banheiros, forma de acesso de equipes, público e autoridades, áreas de circulação e acesso às arquibancadas estão entre os pontos a serem observados nesta vistoria. Entre outros detalhes, também serão analisados os locais que servirão para sala e tribuna VIP, sala de imprensa, sala de reuniões e secretaria, área e capacidade de estacionamento.

Continue lendo


Até a tarde de amanhã ficaremos sabendo do resultado.