Por: Gabrielle Figueiredo | 3 anos atrás

Até domingo, dia 2, são esperados cerca de 150 motorhomes do grupo Roda Mundo que ocuparão parte da área externa da Arena Jaraguá.

Quem quiser pode dar uma passada pela Arena para conferir de perto o Encontro, que terá pelo menos dois veículos disponíveis à venda no local. Nestes, o público em geral poderá entrar e conhecer as instalações de um motorhome. Não há um horário de visitação, já que é um encontro privado, mas rola dar uma passadinha por lá para conhecer de perto esse tipo de estrutura.

Fundado há 15 anos, originalmente com oito integrantes de Florianópolis o grupo Roda Mundo cresceu, e é composto atualmente por 460 adeptos de motorhome de todas as partes do Brasil.

IMG_2252

Foto: Francisco Junkes/PMJS

Como o próprio nome já diz motorhome é uma casa com motor. Dentro dela tem tudo o que há numa casa, o básico: cama, fogão, geladeira, vaso sanitário, chuveiro, água quente e fria, mesa e armários. Alguns inclusive são verdadeiras suítes tamanho é o conforto interno. “É bacana se reunir com amigos e até trocar ideias sobre o que existe de novo para este tipo de veículo. Por isso, sempre estamos promovendo encontros. No entanto, é a primeira vez que nos reunimos em Jaraguá do Sul”, destacou o empresário e vice-presidente do Roda Mundo, Cesar Gohr.

Ele o presidente do grupo, Getúlio Barreto de Souza estavam com o grupo de 45 “motohomeiros” que já estavam em Jaraguá do Sul. “Nossa expectativa é que, pelo menos, uns 150 adeptos do motorhome estejam aqui no domingo”, projetou Cesar que permitiu acesso à sua “casa motorizada” para produção de imagens. “A gente agradece também a Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio de seu diretor de Turismo, Fenísio Pires Júnior, pelo convite, que nos permitiu participarmos desta programação festiva da cidade”, sorriu.

IMG_2244

Francisco Junkes/PMJS

Histórico – Os trailers e os motorhomes tornaram-se populares nos Estados Unidos e na Inglaterra depois da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O Brasil, os veículos passaram por um auge há algumas décadas e atualmente reservam-se uma produção menos quantitativa e mais qualitativa, sendo expoentes não somente nacionais, contudo internacionais.

Fonte: Prefeitura de Jaraguá do Sul