Por: Gabriela Bubniak | 04/04/2016

Sabe quando a moto passa por cima de uma poça de água e, por alguns segundos, ela parece deslizar, sem que você consiga controlá-la?

Esta perigosa experiência se chama aquaplanagem: é o momento em que a água se interpõe entre o asfalto e o pneu, fazendo com que seu veículo perca o contato com o solo.

Quando a motocicleta passa sobre a superfície molhada, forma-se uma espécie de onda à frente dos pneus. A banda de rodagem rompe essa onda, por sua compressão. O problema se dá quando a pressão do pneu é inferior à da água: sem conseguir empurrá-la, ele perde o contato com o solo.

Muitas vezes é inevitável essa perda de controle, mas algumas dicas podem ajudar nesse momento e pode ser possível controlar a situação.

Veja 4 dicas para evitar a aquaplanagem:

1. Sempre confira a pressão dos pneus

Se os pneus estiverem 30% abaixo do recomendado pelo fabricante, a probabilidade de sofrer aquaplanagem aumenta significativamente.

2. Nunca ande com pneus gastos

Sem a profundidade do desenho de escultura, o pneu perde a capacidade de drenagem da água.

3. Diminua a velocidade antes da poça

Quanto maior a velocidade do veículo e mais profunda for a poça de água, maior a probabilidade de ocorrer aquaplanagem. Portanto a dica é pegar mais leve no acelerador, principalmente antes de entrar nas áreas com acúmulo de água.

4. Não acione o freio

Caso passe por cima da poça de água e sinta sua motocicleta perdendo o atrito com o chão, evite frear. Procure manter a calma e segure a direção com força, mantendo o controle sobre o veículo e deixando a motocicleta equilibrada.

Os dias de chuva não são poucos aqui em Jaraguá do Sul e região, por isso essas podem ser dicas valiosas para evitar os tantos acidentes com motocicletas por aqui. É só lembrar de colocar em prática! 😉

Fonte: Michelin
Foto: Divulgação