Por: João Marcos | 6 anos atrás

“Primeira regra do Clube da Luta: você não fala sobre o Clube da Luta.”

Você já deve ter visto, ou pelo menos ouvido falar, do clássico Clube da Luta, dirigido em 1999 por David Fincher (que muito tempo depois seria indicado ao Oscar pela direção de A Rede Social). É um baita filme. E os diretores da Apple também acham. Tanto que se inspiraram nele. O conjunto de escritórios onde o iPhone foi criado, na sede da empresa na Califórnia, seguia um rígido código de sigilo e tinha o nome “Clube da Luta” escrito na portaria. A revelação foi feita por Scott Forstall, vice-presidente da Apple, durante seu depoimento no julgamento Apple x Samsung.

Ele também contou que, por ordem de Steve Jobs, só podia contratar funcionários que já trabalhassem na Apple – e, mais do que isso, não podia revelar a essas pessoas no que elas iriam trabalhar. Durante as entrevistas de emprego, Forstall dizia coisas dignas de filme para tentar recrutar a pessoa: “Nós estamos começando um projeto. É tão secreto que não posso contar a você o que é. E você terá de trabalhar à noite, e nos finais de semana, durante os próximos anos”. Um verdadeiro salto no escuro. Você aceitaria?

Via Super!