Por: Gabrielle Figueiredo | 1 ano atrás

A afirmação “ideias boas tem que ser compartilhadas” nunca fez tanto sentido para o jaraguaense Leonardo Rowe, 30. Ele apostou no seu projeto, o idMoney, e venceu o concurso nacional BeDream, criado pela empreendedora Bel Pesce.

O projeto teve cerca de 52 mil votos, quase o dobro do segundo colocado. Além disso, foi o único de Santa Catarina a se classificar entre os nove mais votados. Ao total, 3.636 projetos participaram do concurso.

Para conquistar o primeiro lugar, ele apostou na divulgação do projeto. Buscou entidades, universidades, amigos e contatos profissionais que se interessassem pela sua ideia. “É sempre importante que quem tem uma ideia, não tenha medo de divulgar. Há sempre apoiadores por aí, dispostos a investir em um projeto inovador e útil”, comenta.

O que é o idMoney

É uma tecnologia para pagamentos, através da identificação biométrica. O sistema utiliza a impressão digital alinhada a uma senha para realizar pagamentos por um aplicativo.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Inicialmente, terá suporte para pagamento com débito. A intenção é que no futuro o aplicativo tenha parcerias com bancos, por exemplo. O app será gratuito. Conheça mais aqui.

Como surgiu a ideia?

Conforme Leonardo, no início de 2014 ele vestiu seus calçados, bermuda e saiu de casa pra correr no Parque Malwee. Voltando pra casa, cansado e com sede, resolveu entrar no supermercado para comprar alguma bebida.

Ao pegar uma água, lembrou que não tinha levado carteira, nem dinheiro, talão de cheques ou cartão de crédito. Teve que devolver a garrafa de água.

identificação jpg

Foto: Divulgação

A partir disso, começou a pensar em uma alternativa que resolvesse esse problema, que o identificasse sem precisar portar qualquer acessório.

Próximos passos

Agora, depois do concurso, o jaraguaense irá participar de um congresso em Berlim, na Alemanha, o Startup Tour, junto com os outros oito primeiros colocados. Lá, conhecerá empreendedores e investidores, buscando apoio para sua ideia.

Dicas por onde começar                       

Para quem quer começar a divulgar seu projeto, Leonardo deixou alguns links e sugestões:

E outra dica é participar de núcleos na sua cidade, como o de Jovens Empreendedores, por exemplo.