Por: Sistema Por Acaso | 16/03/2017

O SESI/SC, entidade da FIESC, colocou à disposição das indústrias catarinenses um aplicativo que calcula os indicadores de Segurança e Saúde do Trabalho. A iniciativa possibilita às empresas maior conhecimento sobre a realidade de segurança e saúde ocupacional em relação ao setor em que estão inseridas dentro do Estado, além de acompanhamento de desempenho.

Clique na imagem e conheça as funções da calculadora:

unnamed

As informações também possibilitam às empresas estabelecer indicadores para comparar seu desempenho de SST com as demais do Estado, levando em consideração fatos (acidentes e adoecimentos do trabalho) que interferem diretamente no cálculo do FAP (Fator Acidentário Previdenciário).

Além disso, é possível simular esta comparação inserindo novos dados de CAT (acidentes de trabalho registrados) e B91 (trabalhadores, afastamentos acidentários). Por meio do link com o site da previdência, as organizações também podem verificar o numero de acidentes e afastamentos que estão registrados no INSS para determinado CNPJ.

As empresas interessadas podem acessar o aplicativo no site do SESI/SC (www.sesisc.org.br). A ferramenta, de acesso móvel e on line, solicita, inicialmente, dados básicos como razão social, CNPJ, cidade, nome e email.

Dados da Organização Internacional do Trabalho mostram que, no Brasil, 4% do Produto Interno Bruto é perdido anualmente com afastamentos e pagamentos de auxílios doença. “Um ambiente de trabalho mais saudável favorece maior produtividade dos trabalhadores, gerando, também, mais recursos financeiros para as empresa”,  afirma o diretor regional do SESI em Jaraguá do Sul, Jefferson Galdino.

Para o diretor, que apresentou o a nova ferramenta à diretoria da FIESC em reunião na última semana, a Segurança e Saúde do Trabalho precisa mudar de patamar, para não ficar em discussão apenas da área técnica. “Os diretores e executivos das empresas precisam ser envolvidos e levar o assunto para a pauta estratégica da organização”, completa.