Por: Ricardo Daniel Treis | 19/11/2010

Os agitadores da mesa de boteco: sexo, religião, política e trânsito. Vou deixar vida alheia de fora, porque dizer dela como assunto favorito é chover no molhado.

O que esses temas tem em comum? São o terreno fértil onde brotam, do nada, oradores natos e sábios cuja espiritualidade deixaria Buda no chinelo. Fato, porém, 95% dessa gente só fala idiotice.

Inevitável entrar em detalhes, mas oras, quem pode falar de religião sem entender de, no mínimo, psicologia, teologia e história? Sexo, nem se fala, porque a julgar pelos comentários da mulherada, até o cara que confessa ter broxado tá exagerando…

Tema da hora, o que pega em Jaraguá agora é o trânsito. Leve menção que faço ao assunto no blog faz cair enxofre do céu. Há muita gente irritada, alguns conformados, outros não tem opinião, outros tem soluções e por aí vai… Porém, sem conhecimento técnico algum do negócio, quem somos nós para criticar as mudanças? Vias secundárias, sinaleiros sincronizados, eliminação de gargalos, sinalização inteligente, contagem e simulação de fluxo… Oras, se não entende disso, não se mete! 

Senhores do Departamento de Trânsito da cidade, concordam comigo que se o cara não entende de um assunto não tem que se meter? Acredito que sim, e é isso aí! E agora, pra fechar o assunto, apresentem pra cidade os técnicos responsáveis pelas nossas últimas mudanças, que todo mundo poderá ir pra cama mais tranquilo.


Texto publicado originalmente na Coluna Por Acaso, páginas 10 e 11 do Jornal FolhaSC, edição de 18 de novembro de 2010.