Por: Ricardo Daniel Treis | 3 anos atrás

work-overloadUma pesquisa realizada pela empresa Robert Half, responsável por recrutamento, aponta que, no Brasil, apenas 13% dos funcionários conseguem concluir ou chegar perto de concluir suas tarefas diárias, e 60% conseguem concluir entre 41% e 80% delas. O levantamento contou com mil diretores de Recursos Humanos de oito países, sendo 100 brasileiros.

No cenário nacional, os altos índices percentuais são creditados à carga de trabalho excessiva, de acordo com 24% dos entrevistados. Outros 26% relacionam o índice à falta de profissionais permanentes, enquanto 20% apontam para deficiências de direção e comunicação.

“Além da carga de trabalho de algumas empresas ser efetivamente mais elevada, a ideia de que ‘é bonito não ter tempo’, cultuada por muitos profissionais, pode enviesar a percepção de carga de trabalho acentuada”, ressalta Fernando Mantovani, diretor de operações da Robert Half no Brasil.

O estudo mostra também que o Brasil é o país mais preocupado com a interferência das mídias sociais na produtividade dos profissionais (45%) – apenas 14% dos entrevistados não demonstraram nenhuma preocupação com isso.

Fonte: ABRH