Por: Ariston Sal Junior | 4 anos atrás
Reprodução/Internet

Reprodução/Internet

Se você usa antisséptico bucal mais de três vezes ao dia, talvez seja melhor rever o hábito. De acordo com pesquisa da Faculdade de Odontologia da Universidade de Glasgow, na Escócia, o excesso do produto pode aumentar risco de câncer de boca e garganta. Os dados são do jornal Daily Mail.

O resultado apoia um estudo australiano de 2009 que disse que havia “provas suficientes” de que enxaguantes bucais com álcool contribuem para um aumento da probabilidade da doença, porque permitiriam que substâncias causadoras de câncer penetrassem na mucosa da boca com mais facilidade.

No novo levantamento, avaliaram 1.962 pacientes com câncer e 1.993 pessoas saudáveis em 13 centros de nove países. Constatou-se também que aqueles com problemas de saúde oral, incluindo os com dentaduras e gengivas sangrando persistentemente, estavam em maior risco.

Os cientistas acrescentaram que pode haver uma ligação entre os bochechos excessivos e as pessoas que os utilizam para mascarar o cheiro de fumo e álcool, fatores de risco para o câncer oral.

Eles não foram capazes de analisar os tipos de antisséptico bucal causadores do problema, porque eram usados há muitos anos pelos voluntários. “Não aconselharia o uso rotineiro de antisséptico bucal. Para mim, tudo que é necessário, em geral, é uma boa escovação regular com creme dental com flúor e fio dental combinada com check-ups regulares por um dentista”, disse o dentista David Conway. “Há ocasiões e condições para que um dentista prescreva um antisséptico bucal. Pode ser que um paciente tenha um baixo fluxo salivar por causa de uma condição particular ou medicamento que está tomando.”

O professor Damien Walmsley, assessor da Associação Dental Britânica, disse que o estudo não foi conclusivo. “Infelizmente, esse comportamento não pode ser dissociado de pessoas que negligenciam a sua higiene oral e raramente, ou nunca, visitam o dentista, como o estudo sugere. Ele também destaca que as pessoas que estão em risco de desenvolver esses tipos de câncer podem estar usando bochechos à base de álcool de forma inadequada para disfarçar fumo ou álcool.”

 

Via Terra