Por: Anderson Kreutzfeldt | 3 anos atrás

Planetary Nebula NGC 2818, Hubble Space Telescope

Publiquei o texto seguinte hoje em meu blog pessoal e a repercussão foi muito positiva. Desse modo, resolvi trazer a reflexão aos leitores do Por Acaso. Espero que façam bom proveito e compreendam a mensagem:

Não, você não é uma tartaruga. Esconder-se em um casco e torná-lo sua própria fortaleza impenetrável não vai te levar a lugar nenhum. A busca pela segurança e estabilidade pode acabar por recolher a sua cabeça ali para dentro para sempre. E é ali que morre quem você deve se tornar amanhã e tudo o que resta é quem você foi ontem. Quanto ao agora, não existe “presente” quando estamos tão assustados com o mundo lá fora para o enxergarmos com clareza.

Levante-se, vá até a janela mais próxima. Abra-a e respire. Esse mundo é seu! Você não está caminhando um caminho seguro, haverão pedras e espinhos pelo caminho. Torne-se forte o bastante para não precisar temê-las. Depois que tomas consciência dos perigos que existem em cada pequena ação que tomas, passa a se tornar um perigo para aquela sua parte que está trancada dentro do seu casco de tartaruga.

E sem aquela fúria indomável que reside em teu peito, você acabará se aprisionando dentro do seu casco. Construirá dois: um para ti e outra para aquilo que está dentro de ti, para ter certeza de que os está mantendo afastados. Mas a natureza é mesmo curiosa e fascinante, não é mesmo? Cedo ou tarde, alguém ficará curioso com o que há naqueles cascos e pode dar um pouquinho de luz para a escuridão do esconderijo.

E com um pouquinho de luz a tartaruga pode se tornar grande demais para o seu casco. Alcance o martelo, mas não quebre-a pelo outro. Deixe que o outro entenda o que é a liberdade. Tudo o que você pode fazer é olhar pela janela. Enquanto alguns se aprisionam outros pensam em maneira de criar asas. E criam dois pares de asas: um para si e outro para aquilo que vive dentro de cada um. Sim, os sentimentos também querem voar. Eles se encontrarão lá em cima.

E aí, gostaram? Quem quiser acompanhar esse serviço sem fins lucrativos mais de perto pode curtir a página e receber todas as novidades no Facebook: