Por: Deivis Chiodini | 5 anos atrás

UFC chega em Jaraguá com card preliminar repleto de veteranos tentando se afirmar e novatos querendo mostrar serviço.

Finalmente esta chegando a hora. Após muita expectativa, lesões, mudanças no card, o UFC desembarca em Jaraguá do Sul, prometendo um belo espetáculo.
Essa semana vamos fazer uma cobertura especial do evento, com entrevistas, fotos e tudo que por possível para deixa-los bem informados.
E então vamos começar com a análise do card preliminar do evento:

Lucas Mineiro x Jeremy Larsen (categoria dos leves): Lucas Mineiro estreou no UFC esse ano, substituindo Justin Salas e aceitando a luta com Edson Barbosa a apenas 15 do combate. Acabou nocauteado, mas ganhou moral com o UFC e terá uma oportunidade novamente, agora bem preparado, contra o americano Jeremy Larsen. Lucas tem um padrão de lutas bastante agressivo, usando principalmente seu muay thai, com combinações entre socos e chutes que lembram até mesmo seu ultimo algoz, Edson Barbosa. O que pesa contra ele é a falta de experiência num evento desse porte e lutas contra grandes nomes em seu cartel. Larsen também vem de derrota em sua estréia no octógono e aposta na velha fórmula americana do boxe-wrestling pra golpear, pontuar e controlar a luta. Tem experiência em eventos menores nos EUA e precisa dessa vitória pra se manter vivo no UFC.
Palpite: Jeremy Larsen na decisão por pontos.

Jussier Formiga x Chris Cariaso (categoria dos moscas): O potiguar Jussier Formiga foi durante algum tempo considerado o melhor peso mosca do mundo, antes da criação da categoria no UFC e estreou na organização com status de contender ao cinturão, mas foi nocauteado duramente por John Dodson e terá a chance de se recuperar contra o irregular Chris Cariaso. Cariaso vem sofrendo quando enfrenta nomes tops e vencendo os nomes intermediários na categoria. Ele tem um jogo todo calcado no wrestling e no ground and pound, ficando por cima e pontuando. Não mostra um grande poder de nocaute, e tenta amarrar a luta embaixo. Já Formiga, usa e abusa do seu jiu jitsu no chão, onde tem um grande lastro e muita velocidade, principalmente escalando as costas do oponente para os estrangulamentos.
Palpite: Jussier Formiga por finalização no 2° round

John Lineker x Azamat Gashimov (categoria dos moscas): Aqui eu tenho expectativa de uma luta emocionante. Dois lutadores que buscam o combate e querem terminar sua luta antes da decisão é o que temos. O paranaense John Lineker é um porradeiro clássico, no melhor estilo cachorro louco (apesar de ter se mostrado mais tática em sua ultima luta) e com certeza irá partir pra cima do estreante russo Gashimov. O russo tem as mãos pesadas também, e no jogo de chão deve levar vantagem, onde Lineker ja mostrou alguma fragilidade. Combate clássico, daqueles que tudo pode acontecer.
Palpite: John Lineker por nocaute no 1° round

Fábio Maldonado x Roger Hollett (categoria dos meio pesados): Com a corda no pescoço após 3 derrotas seguidas, o paulista Fábio Maldonado tem que vencer de qualquer maneira o americano Roger Hollett, que estreou com derrota no UFC. Maldonado é um lutador com um excelente boxe, mãos pesadas e queixo de pedra e deve investir na trocação contra Hollett, que tem um bom kickboxing, usa bem os chutes nas pernas, mas gosta de trabalhar no chão, buscando as finalizações e o ground and pound. O que pode pesar a favor do americano é o gás, já que o brasileiro costuma cansar no decorrer da luta.
Palpite: Maldonado tem a mão mais pesada e precisa se salvar no evento. Aposto num nocaute no inicio do 2° round

Yuri Marajó x Iliarde Santos (categoria dos galos): O experiente Yuri Marajó volta ao octógono após a polêmica luta no UFC em SP, que acabou ficando sem resultado após ter aplicados golpes na nuca de Pedro Nobre. Ele enfrentará seu conterrâneo o também paraense Iliarde dos Santos, que estréia no UFC devido a lesão de Marcus Vina. Marajó um lutador experiente, que já venceu bons nomes no evento. Vem se mostrando muito completo em pé, diferente do inicio da carreira onde mostrava maior desenvoltura no chão, sua especialidade. Iliarde terá que tentar neutralizar o jogo de chão de Marajó e explorar um contragolpe em alguma brecha para ter alguma chance.
Palpite: Marajó deve derrubar e finalizar. Aposto no 1° round.

Paulo Thiago x Michel “Trator” Prazeres (categoria dos meio médios): Antes de mais nada, a expectativa é pela entrada de Paulo Thiago no octógono. Ele é policial do BOPE de Brasilia e entrou no UFC 134 no RJ com a música “Tropa de Elite” do Tihuana, imortalizada no filme de mesmo nome, e a torcida foi a loucura cantando em coro a música dos “caveiras”:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/tndFBXniWz0″ width=”640″ autohide=”1″]

Falando sobre a luta em si, Paulo esta com sua permanência em risco no UFC e até trocou de equipe para tentar melhorar sua performance. Ele terá pela frente Michel “Trator”, um lutador bem conhecido e invicto no circuito nacional (ele esta substituindo Lance Benoist, que se lesionou). Michel é um finalizador nato e Paulo Thiago também é um exímio faixa preta, o que pode tornar a luta bem atrativa para os amantes da arte suave. Acredito que teremos uma luta bem técnica e estudada aqui, onde um erro pode definir o combate
Palpite: Apesar do bom jogo de Trator, acho que Paulo Thiago ganha sobrevida no UFC com um nocaute no final do 2° round.

Gleison Tibau x John Cholish (categoria dos leves): O veterano do UFC, Gleison Tibau segue sua saga no meio da categoria dos leves. Nunca entre os tops, nunca arriscado de demissão, o potiguar enfrenta John Cholish que também vem de derrota. O jogo de Tibau é o conhecido e não deve mudar….aproveitar sua força física acima da média (ele chega a repor até 16 kgs após a pesagem até a luta!) para derrubar e e golpear por cima ou na grade nos 2 primeiros rounds, garantindo a vantagem e no 3° round diminuir a intensidade, administrando a luta. E o jogo de Cholish não é muito diferente, usando o grappling e trabalhando em clinche ou por cima. Tenho expectativa de uma luta não muito emocionante aqui. É hora de comer alguma coisa ou ir ao banheiro.
Palpite: Gleison Tibau por pontos.

Francisco Massaranduba x Mike Rio (categoria dos leves): O mais amado lutador do TUF Brasil 1 estará em Jaraguá. Com seu jeito simples, de poucas e diretas palavras, quase um Maguila moderno, Massaranduba cativou o público brasileiro com sua história de superação e suas pancadas. Ele terá pela frente um ex participante do TUF americano, o exímio wrestler Mike Rio. Mike mostra um jeito bem agressivo quando consegue derrubar e tem boas finalizações, mas Massaranduba vem mostrando evolução mesmo na guarda, com as costas no chão e uma boa defesa de finalizações. Em pé, o brasileiro tem a mão pesada e costuma trabalhar bem as sequência de jab-direto com um poder devastador. Teremos possivelmente uma luta bem movimentada aqui.
Palpite: Massaranduba acerta a patada e nocauteia no 2° round

Hacran Dias x Nik Lentz (categoria dos penas): O lutador da Nova União, Hacran Dias faz sua segunda luta no evento e terá pela frente uma pedreira, o 10° colocado do ranking, Nik Lentz.
Hacran é um ótimo grappler e costuma trabalhar bem as combinações com chutes baixos antes de tentar as quedas. Tem boa velocidade e defende bem quedas, sendo dificil de ser visto com as costas no chão. Já Nik, que baixou de categoria a duas lutas, aposto em seu wrestling e no seu jogo de grade pra sufocar o oponente, pontuando e abusando das quedas. Tem um gás muito bom e dificilmente cansa, mantendo seu oponente sempre sob controle.
Palpite: Nik Lentz tem mais experiência e leva essa na decisão por pontos.