Por: João Marcos | 26/08/2015

Post publicado originalmente em 6 de abril de 2015

Pra quem não sabe ou tem a sorte de não me conhecer pessoalmente, apesar de escrever diariamente sobre Jaraguá do Sul e ter adotado a cidade como casa, pelo menos 18 dos meus 23 anos de vida eu moro na cidade mais #HUEHUEBR do Brasil.

Guaramirim tá longe de ser uma gigante, um pólo, um modelo… mas sabe aquela cidade que você chama de LAR com todo o orgulho? Então, é esse o sentimento. E só morando lá ou conhecendo a cidade é que você vai entender.

Por exemplo, é impossível se perder em Guaramirim. A cidade possui um centro enorme e complexo, localizado na vasta área de UMA RUA.

TUDO o que você precisa se encontra nessa faixa de mapa. Caso não esteja, paciência.

TUDO o que você precisa se encontra nessa faixa de mapa. Caso não esteja, paciência.

Ela tem um cruzamento e três semáforos. Não estou dizendo que necessariamente funcionam sempre, mas estão ali.

Street View tá desatualizado, malz ae.

Street View tá desatualizado, malz ae.

No meio da área urbana da cidade existe um morro. Em volta do morro, existe uma cidade.

Satuca, quem nunca ouviu falar? THUG LIFE

Que saudades dessa vista, cara.

Que saudades dessa vista, cara.

Também conhecida como La Bomboneira Catarina, não tem time da UEFA que aguente a pressão de uma decisão de Varzeano dentro dessas quatro linhas sagradas.

UEFA é moda. Varzeano é foda.

UEFA é moda. Varzeano é foda.

Que outra cidade tem em seus portões um relógio protegido por dois dinossauros, no melhor estilo Jurassic Park da Quebrada? Quando este post foi ao ar pela primeira vez, os relógios ainda não tinham passado por uma reforma. Agora, eles estão assim, mas os dinossauros não nos abandonaram!

Welcome to the Jungle

Welcome to the Jungle

Imagem por Jonathan Stein

Imagem via timeline de Jonathan Stein

Food Truck de raiz! Sêo Paulo salvando a noite da galera no dog pós balada. Quem nunca?

Vai um compreto aí criente?

Vai um compreto aí criente?

A cultura popular é rica. Mascada gloriosa? Iluminatti? Louva-Deus? Guará é a terra da espiritista maçônica e, ao invés de ficar passando trote pra galera, ela ganha a vida vendendo orelha de gato.

Espiritista Maçônica > Alcemar

E também tem aqueles caras que, hoje já não estão mais entre a galera mas, com toda certeza ninguém esquece.

banana

UH, É BANANEIRA!

Aliás, não tinha como terminar esse post sem botar uma foto desse lugar né?

<3

<3

A cidade onde a expressão “Uh, seu demonho” não é xingamento, e sim saudação:

Foto: Eduardo Ronchi

Foto: Eduardo Ronchi

Enfim, é isso. Guaramirim, eu te amo cara. Não mude nunca, por favor.

Pra terminar, segue versão foda do hino da cidade interpretado pelos caras da Fly-X:

Aqui é Guaramirim, caraio!