Por: João Marcos | 5 anos atrás

Anderson Silva deixou o ringue do UFC 162, após ser nocauteado pela primeira vez na carreira, dizendo que não tem a intenção de voltar a lutar pelo título dos médios. Disse, repetiu, só faltou jurar… Mas parece que o presidente do Ultimate, Dana White, estava certo em dizer que bastavam alguns dias para que o Spider esfriasse a cabeça e mudasse de ideia e sentisse saudade do seu cinturão.

O veterano de 38 anos quer rever o algoz Chris Weidman no octógono. E ainda este ano. É isso o que diz o renomado repórter Ariel Helwani. Ele, que também trabalha diretamente com o UFC, publicou no site MMA Fighting que fontes próximas ao ex-campeão afirmaram que ele brincou inclusive que lutaria de novo esta semana.

“As fontes dizem que Silva nunca esteve tão motivado para enfrentar alguém e que, depois de apenas 24h do combate, ele já estava brincando que a revanche poderia acontecer ainda nesta semana. Isso é o quanto ele quer se vingar desta derrota para Weidman”, diz a reportagem.

Anderson prefere que o combate seja realizado ainda em 2013, e não em fevereiro, como chegou a ser cogitado pelo UFC. Assim, existe a possibilidade de que Dana White anuncie uma revanche para o evento de Ano Novo, em 28 de dezembro, no card que já conta com Ronda Rousey x Miesha Tate.

Vale um parágrafo para lembrar que quando Dana White põe uma coisa na cabeça, dificilmente alguém o convence do contrário. E que isso serve para lutadores e suas vontades ou não-vontades de enfrentar este ou aquele rival. Na coletiva de imprensa pós-luta, o presidente do UFC já tinha dito:

“Anderson Silva já perdeu antes, mas faz muito tempo que não sabe mais o que é perder. Ele vai ter que lidar com isso por alguns dias, mas eu te garanto que não há nada no mundo que ele queira tanto quanto uma revanche contra Chris Weidman.”

Pelo jeito, é questão de tempo para que seus planos, mais uma vez, sejam concretizados, na revanche que ele já chama de “maior luta de todos os tempos do UFC” – um pouco de exagero, típico de quem quer vender a luta, mas ver o Silva com sangue nos olhos é o que me deixa mais ansioso.