Por: Cláudio Costa | 2 anos atrás

O tiro é o esporte que deu origem a Schützenfest. Durante meses, atletas das entidades que fazem parte da ACSTIV (Associação dos Clubes e Sociedades de Tiro do Vale do Itapocu) competem em cinco etapas. O atirador mais completo em todas as modalidades leva o título de Rei do Tiro. Nesta 27ª Schützenfest, a faixa que representa a conquista está sobre o peito de Fabiano Luis Schmidt, da Sociedade Independência.

Fabiano começou a atirar com 13 anos, na equipe juvenil da sociedade. Das quatro modalidades disputadas, ele confessa que prefere a seta. “Muitos não gostam e acham mais difícil, mas eu acho sempre bacana. É uma arma realmente difícil de atirar e conseguir bons tiros. Mas é exatamente por isso que eu gosto dela”, comenta. Além da seta, há as modalidades chumbinho e a silhueta. Por motivos de segurança, a carabina 22 é disputada apenas nas sociedades de tiro.

Rei do tiro desfila junto com a sociedade. Foto: Cláudio Costa

Rei do tiro desfila junto com a sociedade. Independência Foto: Cláudio Costa

Durante todo o ano, os competidores buscaram o título de rei do tiro. Ao todo, foram disputadas cinco etapas em estandes de tiro diferentes. “Para me tornar rei, eu precisei de bons resultados em todas as armas. Cada tiro vale de zero ponto (errando o alvo) até 10.9 (o tiro mais central). Em cada modalidade, há uma etapa em que o atirador executa dez tiros”, ressalta o Fabiano, que frisa o fato de a carabina 22 ter 12 tiros. No fim das contas, cada atirador disparou 52 tiros durante a temporada.

Fabiano conta que cada estande de tiro é diferente do outro. “Todo ano é um estande diferente, é um local diferente, é uma condição de tiro diferente. Em alguns locais a iluminação é melhor, outras pior. Tem estandes com o apoio para a arma mais firme, mas tem outras em que o apoio é mais difícil e isso acaba dificultando a concentração. Então, cada nova etapa é um novo desafio”, descreve.

Ele afirma que atirar na Sociedade Independência é sempre melhor. “É o local de treino, onde a gente está mais habituado a atirar. Você conhece o local, a arma e a iluminação daquela coleção”, salienta. Fabiano, conquistou o título de rei do tiro nos anos de 2007, 2011 e 2014, e utiliza armas cedidas pela sociedade.

Foto: Cláudio Costa

Foto: Cláudio Costa

Todas as modalidades apresentam suas peculiaridades e há níveis diferentes de dificuldade. Com o acompanhamento dos pais, crianças a partir de oito anos podem participar da competição nos estandes. Para aqueles que nunca atiraram, o rei do tiro recomenda o chumbinho. “É uma arma mais precisa e com mira fechada. Com ela é mais fácil de centralizar o tiro. Isso te dá uma proximidade maior do centro logo no primeiro tiro”, explica Schmidt.

A Schützenfest tem diversos atrativos. A variedade de chopes nesta edição da festa com certeza é uma delas. Segundo o rei do tiro, há a possibilidade de conciliar a bebida e o tiro. “Dá pra beber chope e acertar na mira, mas não pode passar do ponto. Se passar do ponto, não há como conseguir bons resultados. Só com muita sorte”, brinca Fabiano.

Jaime Veridiana estava entre os atiradores da noite desta quarta-feira (18). Ele pratica o esporte há dois meses no Clube Atlético Baependi. Para Jaime, o tiro é um esporte interessante. “A gente atira, atira de novo e de novo. Isso ajuda a tirar o stress”, comenta. Veridiana estava competindo na seta, mas a sua modalidade preferida é o chumbinho. “Hoje estou bem na seta e ontem na silhueta”, conta.

Jaime atira há dois meses e foi testar a mira na festa. Foto: Cláudio Costa

Jaime atira há dois meses e foi testar a mira na festa. Foto: Cláudio Costa

Seta
A arma é uma espingarda de pressão com uma seta. A cartela contém três alvos, que ficam a sete metros do atirador. A munição tem cerdas como as de uma flecha.

Silhueta
Nesta modalidade, o atirador não tem apoio para arma, apenas uma espingarda de pressão e de mira aberta. Os alvos simulam animais de uma caçada e precisam ser derrubados pelo tiro. Ao todo, cada atirador tem direito a cinco disparos.

Chumbinho
A modalidade mais fácil é também a mais popular.  No chumbinho, o atirador precisa acertar os três alvos a uma distância de 10 metros. Há um apoio para o atirador e a mira é fechada, o que ajuda a mirar no alvo.

Preços e premiações
Para quem quiser mostrar suas habilidades no esporte, a cartela com três tiros custa R$4, e três cartelas com três tiros custam R$10. Nas premiações, botons são destinados para os atiradores visitantes com marca 10.8 e 10.9 entre os atiradores das sociedades, na modalidade carabina ar-chumbinho. O boton também é entregue para os atiradores com marca 10.7 para visitantes e 10.8 para os representantes das sociedades, na modalidade carabina ar seta. Os graduados com os botons disputam o troféu de rainha e rei, para os melhores atiradores – masculino e feminino – do dia.

LEIA TAMBÉM: 

– As marcas de chope que são vendidas na Schützenfest

– Tabela de preços da festa

O cardápio da Schützenfest

– 5 coisas que podemos esperar da Schützenfest 2015

– A história da origem de Wilfred, o mascote da Schützenfest

– Dica de chef alemão: saiba o que você não pode deixar de provar na Schützenfest neste ano

Conseguiremos bater essa meta de chopp?