Por: Ricardo Daniel Treis | 17/06/2010

A Associação dos Usuários do Transporte Coletivo e o Centro dos Direitos Humanos de Jaraguá do Sul protocolaram, no começo da semana, uma ação coletiva no Fórum de Jaraguá do Sul contra a prestação do serviço de transporte coletivo na cidade. A ação pede a anulação dos decretos que instituíram o sistema de bilhetagem eletrônica e que reajustou a tarifa do transporte coletivo em 11%. O documento, com 54 páginas e com 1.338 assinaturas, já foi encaminhado para a Vara da Fazenda.

Para Mário Pappen, presidente da associação, o objetivo é revogar os decretos e tentar cancelar a concessão da a Viação Canarinho. “Queremos melhorar os serviços. A nossa parte, que era denunciar, foi feita. Agora, contamos com as ações da Justiça para reverter a situação. A Canarinho não fez os miniterminais nos bairros. A Prefeitura, que deveria fiscalizar, não está fazendo isso”.

A prefeita Cecília Konell (DEM) não atendeu à reportagem para comentar o assunto. A Viação Canarinho preferiu não se manifestar até que seja comunicada oficialmente.


Via AN