Por: Max Pires | 26/11/2010

 

Artigo enviado por Luiz Alberto Machado – Profissional de Marketing e redator publicitário

Uma vez ouvi dizer que ao escolher alguém para compartilhar os lençóis, uma das coisas mais importantes era encontrar uma pessoa com quem se goste de conversar, porque “um dia será a única coisa que você irá fazer”.

Embora pareça um adágio digno de almanaque, a citação guarda uma grande sabedoria e mostra o quanto a comunicação é importante, até para a manutenção da nossa existência. Sim, porque existimos quando nos relacionamos e os relacionamentos, em quaisquer níveis acontecem com a palavra exercida e exercitada.

Devaneios filosóficos à parte, da mesma forma, as empresas e produtos de sucesso já aprenderam que devem se relacionar com o mercado de maneira mais próxima e duradoura. Não um relacionamento qualquer, daqueles de balada, passageiro.

As marcas devem ser belas, simpáticas, apaixonantes para entrarem na mente e no coração das pessoas e encantá-las de um jeito que as seduza e promova relacionamentos duradouros e saudáveis. 

E aí entra o poder da comunicação. Através dela você diz o que você é, da maneira certa, na medida certa, pelos canais certos. Uma comunicação, pensada, original, planejada (como uma boa cantada) ninguém resiste. É aquele sussurro ao pé do ouvido que arrepia, aquela mensagem perfumada que chega quando você não está esperando. 

A comunicação bem feita dá à marca uma aura luminosa. Brilha aos olhos do consumidor. Ninguém sai ileso. 

Uma comunicação alinhada com os propósitos e características do produto é casamento na certa. E com o respeito, agrado e atenção, feliz para sempre.