Por: Gabriela Bubniak | 1 ano atrás

Ao contrário dos longas, que em sua maioria ganham estreias nos cinemas e tempo na premiação do Oscar, os curtas-metragens não contam com tanta divulgação. Muitos são exibidos apenas em festivais e demoram para ficar disponíveis nas plataformas de streaming, se é que um dia chegam.

Mas pra tornar essas obras mais acessíveis, o site B9 fez uma lista das produções que já podem ser assistidas imediatamente (de forma legal, é claro), algumas de graça outras pagando – seja na Netflix, Vimeo ou iTunes. Os indicados que ainda não constam abaixo estão prometidos para o dia 21 de fevereiro no Shorts.tv.

Curta documentário

4.1 Miles

Um capitão da guarda costeira da ilha de Lesbos, na Grécia, resgata milhares de refugiados que tentam cruzar o oceano vindos da Turquia. São apenas 4.1 milhas (6.60 km) de mar que separam os dois países, mas com muitas tragédias pelo caminho.

Dirigido por Daphne Matziaraki, o curta-documentário de 21 minutos de duração é uma produção do New York Times e pode ser assistido abaixo:

Joe’s Violin

Joseph Feingold, de 91 anos de idade, é um polonês sobrevivente do Holocausto, que decide doar seu violino, adquirido durante a guerra. O que ele não sabia é que iria mudar a vida de uma menina de 12 anos, estudante de música do bairro mais pobre de Nova York.

Dirigido por Kahane Cooperman, “Joe’s Violin” tem 24 minutos de duração e foi financiado através do Kickstarter. Pode ser assistido no YouTube:

Extremis

O documentário observa famílias em um hospital público que precisam tomar a decisão mais difícil de suas vidas: desligar ou não os aparelhos que mantém seus parentes vivos.

Dirigido por Dan Krauss, “Extremis” tem 24 minutos de duração e pode ser assistido na Netflix.

extremis

White Helmets

O documentário acompanha o trabalho de três voluntários dos Capacetes Brancos, em Aleppo na Síria, uma ONG que se dedica a salvar civis debaixo dos escombros da guerra.

Dirigido por Orlando von Einsiedel, o curta tem 40 minutos de duração e também pode ser assistido na Netflix.

WhiteHelmets_KA_US_POST

Curta de animação

Pearl

Trata-se do primeiro filme em VR indicado ao Oscar. “Pearl” mostra a jornada de um pai e sua filha do ponto de vista de um carro.

Dirigido por Patrick Osborne, animação faz parte do projeto Google Spotlight Stories, que inclui outros seis filmes em realidade virtual

Você pode assistir abaixo, diretamente pelo YouTube, mas é recomendável que faça o download do aplicativo para Android ou iOS e confira através de um Google Cardboard ou similar.

O diretor Patrick Osborne já venceu o Oscar anteriormente, com o curta “Feast” da Disney, em 2015.

Pear Cider and Cigarettes

É uma história autobiográfica do diretor Robert Valley, que tenta salvar um amigo de infância autodestrutivo que clama por ajuda de um hospital militar na China.

A animação foi toda criada no Photoshop e tem 35 minutos de duração. Pode ser assistida através do Vimeo On Demand, com opções de legendas em inglês, francês e espanhol. Custa 4.99 dólares.

Piper

É o curta da Pixar que foi exibido antes de “Procurando Dory”. Uma mãe pássaro tenta ensinar sua filhote a se virar sozinha em busca de alimento.

Dirigido por Alan Barillaro, a animação tem seis minutos de duração. Há versões de baixa qualidade por aí, mas se você quiser o negócio real pode comprar no iTunes por 2.99 dólares.

piper

 

Curta de ficção

La Femme et le TGV

Há muitos anos, todos os dias e noites, Elise Lafontaine acena para o trem que passa por sua casa. Até que um dia encontra uma carta do condutor deixada em seu jardim. Seu caso de amor correspondência é interrompido quando a linha do trem é desviada, e Elise precisa sair da zona de conforto para reencontrar o condutor.

tgv

Dirigido por Timo von Gunten, o curta tem 28 minutos de duração. Pode ser comprado no iTunes por 2.99 dólares.

Fonte: B9