Por: Misael Freitas | 1 semana atrás

Segundo o IBGE, Joinville tem 577.077 habitantes. Isso mesmo, pouco mais de meio milhão de pessoas vivem na maior potência econômica de Santa Catarina.

Com esses números, Joinville é considerada uma cidade de grande porte e é lar de grandes empresas e grandes empreendimentos.

A cidade também sai na frente quando o assunto são as opções de gastronomia disponíveis para quem não dispensa uma boa aventura culinária.

Contudo, algumas marcas de restaurantes e redes de fast-food famosas ainda não abriram as portas na cidade e deixam todo mundo na vontade.

Por isso, fizemos uma lista com algumas franquias que gostaríamos de ver por Joinville. Olha só:

1. Starbucks

A cafeteria mais amada do mundo na verdade não trabalha com o modelo de franquias. O que acontece é que eles cedem os direitos da marca e o nome da empresa para que o investidor abra o seu negócio. Esse modelo dificulta a abertura de lojas, pois o empresário não recebe apoio com materiais e treinamentos.

No Brasil, existem pouquíssimas Starbucks, a maior parte delas fica em São Paulo e no Rio de Janeiro. Há algum tempo especulou-se a abertura de uma cafeteria em Curitiba, mas a ideia nunca saiu do papel. O custo com toda operação pode chegar na casa dos 12 milhões de reais. Bem salgado, não é?

2. Outback

O Outback Steakhouse é uma cadeia de restaurantes norte-americana com mais de oitocentas unidades espalhadas por 22 países. A especialidade da casa são as carnes, mas pratos como a “bloomin’ onion” também despertam o interesse dos consumidores. A rede já conta com 83 unidades no Brasil.

Por ser uma rede própria, cada unidade do Outback é liderada por um sócio-operador, um profissional com espirito empreendedor que fica responsável em tempo integral pelas operações do restaurante no seu dia a dia. Segundo a Exame, é possível se tornar um sócio com investimentos partir de 60 mil reais.

3. KFC

Conhecido mundialmente pelas saborosas porções de frango frito, o KFC está presente em seis estados brasileiros: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Ceará. A marca KFC está avaliada em US$ 5.994 bilhões, ocupando a posição número 64 no ranking das marcas mais valiosas do mundo.

O investimento inicial para ter uma franquia da KFC é de R$ 1,2 milhão. O prazo estimado para o retorno do capital é de até 48 meses. A autorização para a abertura de uma franquia no Brasil passa pela avaliação de um comitê internacional.

4. Hard Rock Café

Já que sonhar não faz mal, incluímos o Hard Rock Café na nossa lista também. O café conta com apenas duas unidades no Brasil, uma em Curitiba e outra em Gramado. Há planos para que em 2020 seja aberto o primeiro Hard Rock Hotel do país, na Ilha do Sol, no norte do Paraná. Os hóspedes só poderão chegar lá de barco.

Segundo a InfoMoney, o investimento para a abertura do Hard Rock Café Gramado chegou na casa dos R$ 10 milhões. O valor foi dividido entre os franqueadores. As unidades do Brasil seguem o mesmo padrão: três pavilhões, com loja de souvenirs, pub e centro de convenções.

5. Taco Bell

A marca mais famosa de tacos do mundo abriu a primeira loja no Brasil em 2016. Até 2020 a ideia é que 25 restaurantes Taco Bell estejam abertos no país. O empresário Carlos Wizard Martins, fundador das escolas de idiomas Wizard, foi quem trouxe a marca para cá.

O G1 apurou que o grupo Wizard atuará como um franqueado master da Taco Bell no Brasil e prevê investimentos de cerca de R$ 100 milhões até 2020. A Taco Bell, fundada em 1962, possui cerca de 7 mil lojas, sendo 6,5 mil nos EUA.

E aí, qual destas franquias você iria primeiro se elas abrissem todas no mesmo dia em Joinville?

Leia também: