Por: Sistema Por Acaso | 3 anos atrás

Screenshot - 22_07_2014 , 10_37_31

Sensualidade e batidas fortes, dança e letras polêmicas. Ostentação e inúmeras visualizações no youtube. Amado por uns, odiado por outros, o funk é um fenômeno no país. Um fotógrafo Francês decidiu criar o projeto “Rio Baile Funk! Favela Rap (2005-2014)”, onde ele registrou mais de 400 bailes funk em noites variadas, em mais de 100 lugares diferentes. Vincent Rosenblatt tem 41 anos e mora há 12 anos no Brasil.

Vincent conta que o interesse pelo funk carioca surgiu aos poucos. Professor de um curso de fotografia para jovens, ele já passava perto do baile na época. Era possível ouvir todos os graves do baixo e as letras do funk do baile de onde ele morava.

Após algum tempo, atraído pelas batidas, Vincent não resistiu, pagou por um táxi e decidiu ir a um baile funk. Ele afirma que teve sorte e recebeu autorização para fotografar o baile, e então o pontapé inicial em um projeto que viria a ocupar o francês por muito tempo foi dado. Já se passaram nove anos desde o início do projeto e de acordo com o fotógrafo não tem data para acabar.

Você pode conferir a galeria oficial das fotos do projeto diretamente do site do fotógrafo.