Por: Gabrielle Figueiredo | 3 anos atrás

O micro-ondas é um grande aliado na hora de preparar receitas rápidas e práticas. Entretanto, é fundamental tomar alguns cuidados no uso do aparelho para não comprometer sua segurança e não correr o risco de danificar o eletrodoméstico.

Plásticos

Alguns tipos de plásticos, como das embalagens de margarina, sorvete e iogurte, por exemplo, nunca devem ser levados ao micro-ondas. Além de derreter nos primeiros segundos, esses materiais podem transferir alguns resíduos químicos nocivos aos alimentos.

Mesmo os recipientes plásticos indicados para uso no micro-ondas, que são mais grossos e duros, devem ser utilizados com cuidados. Isso porque a gordura dos alimentos, quando aquecidas, podem criar pequenos furos – imperceptíveis a olho nu – na embalagem e criarem um ambiente favorável ao desenvolvimento de microrganismos.

Papéis

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O papel alumínio não deve ser colocado no micro-ondas em hipótese alguma. O aquecimento desse material pode provocar faíscas e explosões em apenas alguns segundos. Evite também colocar toalhas de papel e guardanapo dentro do aparelho, elas podem derreter rapidamente.

Isopor

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O isopor não deve ser submetido a altas temperaturas em nenhum eletrodoméstico – micro-ondas, fogão ou forno – porque pode derreter e liberar substâncias tóxicas altamente prejudiciais à saúde.

Metais

Com embalagens metálicas, o risco é o mesmo do papel alumínio – em poucos segundos o material aquece e provoca faíscas. Além de comprometer o funcionamento do aparelho, você também coloca em risco sua segurança.

Fonte: Bolsa de Mulher