Por: Gabriela Bubniak | 6 meses atrás

O inverno começou hoje, dia 21 de junho, exatamente à 1h24, e já tem gente dizendo que não aguenta mais esse frio. Claro, tudo o que é demais não é legal, mas, calma, para tudo existe uma solução e, se proteger no inverno também.

Um ditado na Alemanha diz que, faça frio ou calor, não há tempo ruim, apenas roupas inadequadas. Veja o que é recomendado quando a temperatura baixa muito no inverno. Afinal, os nossos colonizadores são especialistas em frio! 😉

Calor de fibras naturais

Touca, cachecol e casacão são imprescindíveis. E de preferência de lã, pele ou penas naturais, pois as sintéticas não esquentam tanto.

Manter os pés quentes

0,,19326591_303,00

O solado dos calçados tem de ser grosso, para afastar o pé do chão frio. Se o sapato de inverno não é forrado, os alemães costumam comprar um número maior, para poder usar meias grossas e palmilhas de lã natural com revestimento de alumínio contra o frio. Já existem até palmilhas aquecidas com baterias. E o mesmo princípio vale para esquentar as mãos nos bolsos.

Evitar ducha muito quente e longa

0,,17041974_303,00

Banhos muito quentes e longos retiram a umidade e oleosidade da pele. Por isso, também no inverno, é recomendável proteger a pele com hidratante, para formar uma película protetora.

Proteger a pele

As baixas temperaturas ou o vento podem provocar ressecamento excessivo nas mãos e no rosto, sensação de repuxamento, ardência ou coceira. Se a pele for naturalmente seca, o frio pode até causar rachaduras. Por isso não se deve esquecer de proteger o rosto.

Cuidado com os lábios

0,,17175208_303,00

Os lábios sofrem especialmente com o frio, ficando secos, ásperos e rachados. Ao passar instintivamente a língua para molhá-los, só se agrava a situação, ao remover a película hidrolipídica. No inverno, os lábios requerem cuidados extras com produtos à base de aloe vera ou jojoba.

O bom e velho escalda-pés

0,,16627983_303,00

Um banho nos pés gelados com aumento progressivo da temperatura ajuda a aquecer e prevenir resfriados. O banho não deve durar mais de 15 a 20 minutos e a temperatura máxima não deve passar de 39 ºC ou 40 ºC. Seque bem, coloque meias e, se possível, deite-se por meia hora. Os alemães recomendam, ainda, tapar o rosto, para não perder calor através da pele.

Movimento ao ar livre

Corridas ao ar livre promovem a circulação sanguínea. Mesmo uma caminhada ou aeróbica ou chuveiros frios são importantes para aumentar o fluxo sanguíneo para a pele.

Chás e condimentos

0,,17935422_303,00

Uma dieta com frutas e verduras fornece vitaminas que ajudam o sistema imunológico a prevenir resfriados. Ao contrário da crença popular, o álcool não aquece o corpo. Já pimenta, pimentão, curry, gengibre, mostarda e outros condimentos picantes são ideais para pratos de inverno. Um chá de gengibre ralado ou em pedaços, por exemplo, ajuda a digestão e proporciona sensação de calor.

Cuidados especiais com as crianças

0,,15804997_303,00

Ao vestir as crianças para sair de casa, lembre-se de não “empacotá-las”, impedindo-as de correr e se movimentarem. Também os cremes para o rosto e a proteção dos lábios são imprescindíveis.

E também com o cão

0,,16454790_303,00

Sair para fazer as necessidades é inevitável, mas se o cão começar a tremer de frio, a Associação Alemã de Proteção aos Animais recomenda voltar para casa e sair mais vezes ao dia. Cachorros mais velhos, doentes ou de pelo muito curto podem sofrer com o vento frio. Para um cão saudável, a pelagem basta como proteção. Se o animal fica molhado, ele deve ser secado ao chegar em casa.

Fonte: DW
Foto: Divulgação