Por: Ricardo Daniel Treis | 04/05/2016

Eis então uma homenagem à obra favorita da região, essa POMBA que taí já faz QUATRO ANOS incomodando pracaralho, seja com o canteiro de obras, que mais parece uma arapuca vietcongue, seja com a lambança que fez com o trânsito na área.

Sei que vocês querem ler logo as coisas da lista, mas antes, dêem um confere nesse trecho que tirei de um dos primeiros posts que fizemos sobre a obra, ele é de novembro de 2012:

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela obra, confirmou que a ordem de serviço será assinada no dia 19 deste mês. (…)Assim que a obra for iniciada, o prazo para terminar é de 18 meses.

BWAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, ai cara, não faz isso. E quer ver o que eu escrevi depois?

Marquem essa sigla: EPT– Engenharia e Pesquisas Tecnológicas (a vencedora da licitação). A não ser que os caras tenham um projeto com excelência em execução, vão ser 18 meses de uma dor-de-cabeça que os jaraguaenses e vizinhos não estão preparados.

Se me permitem, vou dar uma guruzada: negócio da hora no trecho é montar lanchonetis, barraca de suco, milho verde e caldicana.

Dizaê, sou um puta dum guru ou não? Pensa só você, hoje, montado no cascalho se tivesse adotado uma dessas sugestões… O Barão do Sacolé seria um jaraguaense, uehauheah.

Plata o plomo?

“Plata o plomo?”

Mazbem, e atestada minha vidência (e o modo obsceno como o prazo está sendo desrespeitado), vamos agora à novas previsões, que espero eu, não venham a se realizar, certo? Cruza os dedos, ‘vambora.

10 coisas que vão acontecer antes de inaugurar o viaduto do João Pessoa

#1 – Você estará usando expressões do tipo “Quando eu era jovem…”

"Sim, sim... Eu me lembro de um lugar chamado Combat..."

“Sim, sim… Eu me lembro de um lugar chamado Combat…”

#2 – O Angeloni novo vai estar velho.

angeloni_novo

#3 – O novo Homem-Aranha vai estar se aposentando.

old_spiderman

#4 – O rap vai morrer.

rap

#5 – A galera da Caverna do Dragão já vai estar em casa. Com os filhos. E os netos. A Uni morreu.

"Esse cara realmente acha que a piazada vai entender essa referência?"

“Esse cara realmente acha que a piazada vai entender a referência?”

#6 – Jaraguá já vai ter seu aeroporto

aeroporto_jaragua

…ou o contorno ferroviário já vai ter rolado e vamos ter VLT. Escolha seu favorito, fantasiar é de graça.

vlt_jaraguá

#7 – O Cunha terá sido julgado. Ou não.

cunha

#8 – Teremos sobrevivido à segunda Era do Gelo.

ice_age

#9 – Teremos visto o velório do Silvio Santos (que é imortal).

silvio_santos_rindo

#10 – Esta frase vai continuar fazendo sentido.

exploram

🙁

E AGORA, PAPO SÉRIO:
POR QUE O VIADUTO ATRASOU TANTO? DE QUEM É A CULPA?

(Por Gabriela Bubniak)

obra_viaduto

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) é o principal órgão executor do Ministério dos Transportes. É ele quem administra as estruturas de transporte, gere os projetos e fiscaliza essa e muitas outras obras feitas com recursos federais em todo o país. Logo, a cobrança deve ser feita ao órgão, para que ele possa cobrar a empresa contratada, e notifique quando necessário.

E o prefeito Dieter Janssen não pode fazer nada? Como dito, a obra não é de responsabilidade do município, e sim do Governo Federal. O que o prefeito pode fazer é cobrar dos órgãos responsáveis a agilidade da obra, o que foi feito no início desse ano, quando novo prazo de entrega expirou.

E por que atrasou?

O atraso foi justificado inicialmente pelo excesso de chuva que impediu a colocação da terra para a base da pista. Depois disso, atrasos na liberação dos recursos federais à EPT dificultaram o avanço.

O último prazo de entrega da obra dado pelo Dnit era fim de abril, e uma nova data seria divulgada pelo órgão ainda antes de maio, mas nada foi confirmado. Essa é a sexta vez que há alteração na data de entrega.

Qual o novo prazo pra entrega?

Entramos em contato com a empresa responsável pela obra, a Engenharia e Pesquisas Tecnológicas (EPT), que não quis se pronunciar sobre a situação. O engenheiro coordenador da equipe, Mario Becker, apenas afirmou que ainda falta a pavimentação, acabamentos gerais e nas barreiras de proteção e a sinalização na via.

O engenheiro e supervisor do Dnit na região, Antônio Carlos Bessa, confirmou as informações sobre os andamentos da obra, mas declarou que não foi estipulada uma nova data para conclusão, pois estes seriam trabalhos mais rápidos e que devem demorar pouco tempo para a finalização. “A empresa vai retomar esses trabalhos ainda nesta semana, e teremos uma reunião para discutir com a equipe o tempo que deve levar”, comentou Bessa.

A assessoria de imprensa da superintendência do DNIT em Santa Catarina informou que o órgão deve notificar a empresa EPT, pelo atraso. Já que o prazo terminou em abril e ainda não foi dada previsão para a liberação do elevado. Segundo o departamento, a obra depende exclusivamente da EPT e a notificação irá pedir agilidade na finalização.

A camada de material antes do asfalto, chamada de imprimação foi colocada na última sexta-feira. Com isso, o clima não teria influência no atraso. O pagamento também estaria em dia, afirma o órgão. Segundo informações do jornal O Correio do Povo, no Portal da Transparência do Governo Federal, são listados pelo menos quatro liberações neste ano, a última em março, no valor de R$ 116 mil.

O viaduto, localizado no acesso à Rua Adolfo Tribess, no bairro Vieira, tem o objetivo de facilitar o tráfego na BR-280 e o tráfego de entrada e saída da cidade. Serão investidos R$ 5,2 milhões com recursos do governo federal.

Fontes: OCP Online e arquivos

—–
NÃO DEIXE DE VER ESSE VÍDEO: Nossa obra na BR-280 VS Ponte na Inglaterra
—–